Cinevitor

Toda semana um novo programa sobre cinema, com os mais variados temas.

CINEVITOR #322: Entrevista com Gaspar Noe | Filme: Climax

por: Cinevitor

gaspardnoecinevitorO diretor nos bastidores das filmagens.

O cineasta argentino Gaspar Noe, que dirigiu Irreversível, Viagem Alucinante e Love, está de volta aos cinemas com Climax, que foi exibido e premiado na Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes do ano passado.

Baseado em acontecimentos reais, o longa acompanha um grupo de jovens dançarinos reunidos em uma remota escola vazia para a última noite de ensaio antes da estreia do espetáculo. Em comemoração, eles decidem fazer uma festa que se transforma em um pesadelo alucinante, quando os dançarinos descobrem que alguém misturou um potente LSD na sangria que estão bebendo. Da euforia ao caos, paixões, desejos, rivalidades e violência explodem em meio a um colapso psicodélico coletivo se transformando em armas para uma verdadeira tragédia.

Estrelado por Sofia Boutella, o filme mescla atores, dançarinos e jovens entre 18 e 23 anos que participam de campeonatos de dança krump, apresentando sequências exuberantes, coreografadas em perfeita sincronia não só com o elenco, mas também com a câmera, que ganha vida nas mãos do próprio Gaspar Noé e do diretor de fotografia Benoît Debie.

O cineasta esteve no Brasil para divulgar o filme e em entrevista ao CINEVITOR, durante a pré-estreia no Reserva Cultural, em São Paulo, falou sobre as filmagens, plano sequência, cinema brasileiro, Zé do Caixão, Jorge Furtado, Cidade de Deus, Macunaíma e Kleber Mendonça Filho.

Aperte o play e confira:

Foto: Divulgação.

CINEVITOR #321: Entrevista com Grace Passô e André Novais Oliveira | Temporada

por: Cinevitor

gracetemporadacinevitorGrace Passô: premiada e protagonista.

Dirigido e roteirizado por André Novais Oliveira, Temporada chega aos cinemas através do projeto Sessão Vitrine Petrobras. O longa foi o grande vencedor do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, onde saiu premiado nas categorias de melhor filme, melhor atriz para Grace Passô, melhor ator coadjuvante para Russo APR, melhor direção de arte para Diogo Hayashi e melhor fotografia de Wilsa Esser.

O filme, que antes teve sua estreia mundial no Festival de Locarno, já rodou dezenas de festivais pelo mundo, entre eles, a 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e a Semana de Cinema, no Rio de Janeiro, onde a obra de André ganhou uma retrospectiva. A atriz Grace Passô, que recentemente também recebeu o prêmio de melhor atriz no Festival de Torino, na Itália, será homenageada na 22ª edição da Mostra de Cinema de Tiradentes.

Na trama, Juliana, vivida por Grace Passô, está de mudança do interior do estado de Minas para a periferia de Contagem, em BH. Em seu novo trabalho dedicado a combater às endemias da região, ela se depara com pessoas e vive experiências capazes de mudar a sua vida completamente. Ao mesmo tempo que passa por essa transformação, Juliana tenta lidar com o impacto que tudo isso gera na sua relação conjugal.

Para falar mais sobre o filme, conversamos com o diretor e com a protagonista. Aperte o play e confira:

Foto: Divulgação/Vitrine Filmes.

CINEVITOR #320: Eu Sou Mais Eu | Entrevistas com elenco + diretor

por: Cinevitor

soumaiseupgmcinevitorKéfera Buchmann e João Côrtes em cena.

Depois do sucesso de É Fada!, que levou 1,7 milhões de espectadores aos cinemas, Kéfera Buchmann está de volta às telonas em Eu Sou Mais Eu, de Pedro Amorim, no qual interpreta Camilla Mendes, uma estrela da música pop. Dona dos maiores hits do momento, ela não tem tempo para pensar em nada que não seja sua fama e seus milhões de seguidores. Sem paciência para a concorrência, tudo que importa é que a sua nova música seja a número um nas paradas.

Com milhares de compromissos na agenda, voltar no tempo, com certeza não estava nos seus planos. Mas quando misteriosamente acorda em 2004, Camilla terá que lidar com os dramas da adolescência, o bullying da inimiga Drica, interpretada por Giovanna Lancellotti, as provas e trabalhos da escola. Além disso, terá que convencer seu melhor amigo, Cabeça, papel de João Côrtes, que ela veio do futuro e agora precisa da sua ajuda para voltar.

Para encarar o papel da popstar Camilla, Kéfera passou por uma longa preparação, com ensaios, aulas de canto, aulas de dança e mudanças no visual. Além de reviver músicas clássicas dos anos 2000 que embalaram o discman de todos os adolescentes da época, Eu Sou Mais Eu também conta com uma faixa inédita na voz da própria Kéfera, a gravação de um videoclipe e um show com a presença de seus fãs na plateia em que canta o sucesso Máscara, da cantora Pitty.

Para falar mais sobre o filme, fizemos dois programas especiais com entrevistas. Confira:

PARTE 1:
Entrevista com Kéfera Buchmann e Pedro Amorim

PARTE 2:
Entrevista com Giovanna Lancellotti e João Côrtes

Foto: Catarina Sousa.

CINEVITOR #319: Entrevista com Mônica Martelli e Susana Garcia | Minha Vida em Marte

por: Cinevitor

vidamartepgmcinevitorDupla de sucesso: desabafos e momentos divertidos nas telonas.

A dupla Mônica Martelli e Paulo Gustavo se junta novamente nos cinemas para contar as divertidas aventuras de Fernanda e Aníbal no longa Minha Vida em Marte, dirigido por Susana Garcia, que chega aos cinemas nesta terça-feira, 25/12.

Na continuação da franquia, Fernanda está casada com Tom e tem com ele uma filha de 5 anos. O casal está em crise e vive os desgastes e as intolerâncias da rotina do casamento, mas Fernanda tem o apoio incondicional de Aníbal, seu sócio e companheiro inseparável que está ao seu lado durante toda a jornada para resgatar seu casamento, ou acabar de vez com ele. Aníbal é o ombro amigo para desabafos e um parceiro para todas as horas.

No filme, uma adaptação do monólogo homônimo de Mônica Martelli, Fernanda percebe que seu casamento pode chegar ao fim e, quando se vê nessa situação, começa uma jornada para voltar a olhar para o marido como olhou um dia: com admiração e desejo. Toda essa trajetória será dividida com Aníbal e reservará muitas risadas, aventuras e aprendizados. O elenco conta também com Marcos Palmeira, Ricardo Pereira, Heitor Martinez, Fiorella Mattheis, Marianna Santos e Lucas Capri.

Para falar mais sobre Minha Vida em Marte, batemos um papo com a protagonista Mônica Martelli e com sua irmã, a diretora Susana Garcia. Aperte o play e confira:

Foto: Divulgação.

CINEVITOR #318: Entrevista com o elenco | D.P.A. 2 – O Mistério Italiano

por: Cinevitor

dpa2pgmcinevitorNovo filme, novos personagens e muitas aventuras!

Depois do sucesso do primeiro filme, que teve um público de mais de 1,2 milhão de espectadores, o trio de investigadores mais querido do país está de volta às telonas em grande estilo, com direito a viagem de vassoura mágica à Itália.

Dirigido por Vivianne Jundi, que também assina a direção da série, principal produção nacional e marca líder do canal Gloob, Detetives do Prédio Azul 2 – O Mistério Italiano começa quando o trio decide gravar um videoclipe para participar de um concurso musical, mas acaba boicotado por Berenice. Chateada por não poder fazer parte do grupo, ela tira os detetives da competição e acaba se metendo numa grande enrascada. Percebendo que Berenice está em perigo, os detetives vestem as capas e iniciam mais uma investigação para resgatar a aprendiz de feiticeira.

Seguindo algumas pistas, eles vão, literalmente, voar até o sul da Itália, onde acontece a Expo-Bruxo, o maior evento de bruxaria do mundo. Chegando lá, quem recepciona o trio é o avô italiano de Pippo. Além de toda aventura pelo ar, eles ainda terão que enfrentar uma dupla de bruxos mal-intencionados, Máximo e Mínima Buongusto, interpretados por Diogo Vilela e Fabiana Karla.

Para falar mais sobre o novo filme da turma do D.P.A., fizemos três programas especiais com entrevistas com os atores Pedro Henriques Motta, o Pippo; Leticia Braga, a detetive Sol; Anderson Lima, o Bento; Nicole Orsini, que interpreta Berenice; Diogo Vilela, o vilão Máximo; e Claudia Netto, a mal-humorada Leocádia.

Aperte o play e confira:

PARTE 1:
Entrevista com Leticia Braga e Nicole Orsini

PARTE 2:
Entrevista com Pedro Henriques Motta e Anderson Lima

PARTE 3:
Entrevista com Diogo Vilela e Claudia Netto

Foto: Divulgação.

CINEVITOR #317: Entrevistas com Gabriel Contente + Rafaela Mandelli + diretor | Intimidade Entre Estranhos

por: Cinevitor

intimidadepgmcinevitorRafaela Mandelli e Gabriel Contente em cena.

Exibido na 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e no Festival do Rio, Intimidade Entre Estranhos, dirigido por José Alvarenga Jr., de 10 Segundos para Vencer, chega aos cinemas nesta quinta-feira, 13/12.

Na história, Maria, interpretada por Rafaela Mandelli, muda-se temporariamente para o Rio para estar perto de Pedro, seu marido, papel de Milhem Cortaz, que está atuando numa série para TV. Longe dos amigos e do trabalho, Maria sente-se distante também de Pedro, que passa o dia nas gravações.

Sua solidão tem um observador fiel: Horácio, vivido por Gabriel Contente, um jovem introspectivo, síndico e dono de praticamente todo o prédio onde mora o casal. A relação entre Maria e Horácio começa cheia de atritos, mas, aos poucos, as divergências entre os dois são substituídas por uma aproximação que traz um mundo completamente novo aos dois, do qual Pedro não faz parte.

Para falar mais sobre o filme, conversamos com o diretor e com os atores Gabriel Contente e Rafaela Mandelli. Aperte o play e confira:

Foto: Divulgação/Globo Filmes.

CINEVITOR #316: Entrevista com Filipe Matzembacher e Marcio Reolon | Tinta Bruta

por: Cinevitor

tintabrutapgmcinevitorShico Menegat: prêmio de melhor ator no Festival do Rio 2018.

Depois de passar por diversos festivais ao redor do mundo, Tinta Bruta, de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon, chega aos cinemas brasileiros pelo projeto Sessão Vitrine Petrobras.

O longa teve estreia mundial no Festival de Berlim, onde levou o Teddy Award. Foi premiado também nos festivais de Chicago e Guadalajara, no L.A. Outfest e, recentemente, se consagrou como o grande vencedor do Festival do Rio, levando quatro prêmios, entre eles, o de melhor filme.

Tinta Bruta conta a história de Pedro, interpretado por Shico Menegat, um jovem que tenta sobreviver em meio a um processo criminal, à partida de irmã e única amiga e aos olhares que recebe sempre que sai na rua. Sob o codinome GarotoNeon, Pedro se apresenta no escuro do seu quarto para milhares de anônimos ao redor do mundo, pela internet. Com o corpo coberto de tinta, ele realiza performances eróticas na frente da webcam. Ao descobrir que outro rapaz de sua cidade está copiando sua técnica, Pedro decide ir atrás do mesmo.

Para falar mais sobre o filme, batemos um papo com os diretores. Aperte o play e confira:

Foto: Divulgação/Vitrine Filmes.

CINEVITOR #315: Rasga Coração | Entrevistas com elenco + Jorge Furtado

por: Cinevitor

rasgacoracaopgmcinevitorChay Suede e Marco Ricca: pai e filho na ficção.

Exibido na 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e no Festival do Rio, Rasga Coração, de Jorge Furtado, é uma adaptação da peça homônima escrita no início dos anos 1970 por Oduvaldo Vianna Filho, o Vianinha.

Com o título emprestado de uma canção de Anacleto de Medeiros, Rasga Coração é a última peça de Vianinha, que a concluiu em 1974, já debilitado por um câncer no pulmão. Ele nunca chegou a vê-la no teatro. Além de censurada, teve sua encenação e publicação proibidas e mesmo assim recebeu o primeiro prêmio no concurso do SNT, por unanimidade da banca, sendo liberada pela Censura apenas cinco anos depois.

O longa conta a história de Manguari Pistolão, interpretado por Marco Ricca, militante anônimo, que depois de quarenta anos de lutas vê o filho Luca, vivido por Chay Suede, acusá-lo de conservador. Sem dinheiro para fechar o mês, sofrendo com as dores de uma artrite crônica, e num crescente conflito com Luca, Manguari passa em revista seu passado, e se vê repetindo as mesmas atitudes de seu pai. Intercalando fragmentos de vários momentos da vida de Manguari, o filme atravessa quarenta anos da vida política brasileira.

O elenco conta ainda com Drica Moraes, Luisa Arraes, George Sauma, João Pedro Zappa, que faz a versão jovem do papel de Marco Ricca, além de Anderson Vieira, Nelson Diniz, Duda Meneghetti, Kiko Mascarenhas, Fábio Enriquez e Cinândrea Guterres.

Para falar mais sobre o filme, fizemos dois programas especiais com entrevistas com elenco e diretor. Aperte o play e confira:

PARTE 1:
Entrevista com Chay Suede e Marco Ricca

PARTE 2:
Entrevista com Drica Moraes e Jorge Furtado

Foto: Divulgação.

CINEVITOR #314: 5ª Mostra de Cinema de Gostoso | Edição Especial

por: Cinevitor

mostra5gostosopgmcinevitorPé na areia: cinema na praia!

A 5ª Mostra de Cinema de Gostoso exibiu, ao longo de cinco dias, os mais recentes lançamentos cinematográficos brasileiros, entre curtas e longas, em uma tela de cinema ao ar livre, na Praia do Maceió, em São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte.

Além disso, o evento contou com atividades paralelas, mostra infantil, Mostra Panorama e exibição dos curtas-metragens realizados por alunos do Coletivo Nós do Audiovisual, formado por jovens de São Miguel do Gostoso interessados em abrir novas possibilidades de atuação e assim realizar filmes.

Para encerrar nossa cobertura, fizemos um programa especial com diversos convidados que marcaram presença por lá, como: o ator Christian Malheiros, do filme Sócrates; a diretora de fotografia do curta-metragem Guaxuma, Maíra Iabrudi; o ator Juan Calado, do curta Nova Iorque; o diretor Wallace Santos, do filme Tingo Lingo, exibido na Mostra Panorama; o montador e coroteirista de Meu Nome é Daniel, Vinicius Nascimento; a cineasta Mirela Kruel, de Catadora de Gente; Marco Antônio Pereira, diretor do curta Teoria Sobre um Planeta Estranho; a diretora do filme Mesmo com Tanta Agonia, Alice Andrade Drummond; e o cineasta Helio Ronyvon, do curta Ainda que Eu Ande pelo Vale da Sombra da Morte.

Aperte o play e confira:

Foto: Divulgação.

CINEVITOR #313: Entrevista com Nicolas Prattes e Diego Freitas | O Segredo de Davi

por: Cinevitor

segredodavipgmcinevitorNicolas Prattes: estreia nas telonas.

Escrito e dirigido por Diego Freitas, O Segredo de Davi, que já está em cartaz nos cinemas, mostra Nicolas Prattes no papel de um anti-herói cheio de mistérios, em uma trama focada em um jovem universitário que se transforma em um famoso serial killer.

Na história, Davi é um tímido estudante de cinema que esconde um passado sombrio. Ao visitar sua vizinha Maria, um instinto esquecido vem à tona e Davi comete o seu primeiro assassinato. Na manhã seguinte, para surpresa de Davi, Maria reaparece em seu apartamento e passa a influenciar o garoto a seguir numa jornada de crimes que revelarão sua verdadeira natureza: a de um serial killer.

O longa foi selecionado para o Festival Internacional de Cinema de Montreal (Montreal World Film Festival, MWFF) e foi exibido também no Rio Fantastik Festival 2018 e na 26ª edição do Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade. O elenco conta com João Côrtes, Cris Vianna, Bianca Müller, Eucir de Souza, Giselle de Prattes, Tuna Dwek, André Hendges e Neusa Maria Faro.

Para falar mais sobre O Segredo de Davi, conversamos com o diretor e com o protagonista Nicolas Prattes. Aperte o play e confira:

Foto: Divulgação/Parakino Filmes.

CINEVITOR #312: Entrevistas com Marieta Severo, André Ristum e Arlindo Lopes | A Voz do Silêncio

por: Cinevitor

vozsilenciopgmcinevitorStephanie de Jongh e Marieta Severo em cena.

Vencedor dos prêmios de melhor direção e melhor montagem no 46º Festival de Cinema de Gramado, A Voz do Silêncio, de André Ristum, baseia-se em experiências reais da vida do diretor. No filme, um olhar atento varre a cidade grande e suas pessoas anônimas, que vivem em tensão pela sobrevivência, resignados com seus próprios destinos. Um eclipse lunar pontua as mudanças nas vidas dessas pessoas, que compõem um mosaico da cidade.

O longa, que estreia nesta quinta-feira, 22/11, fez sua estreia na competição oficial do Festival de Málaga 2018 e abriu o Festival de Tucuman, na Argentina, onde foi lançado comercialmente em junho. Participou também da 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e foi exibido em sessão hors concours no Festival do Rio.

A Voz do Silêncio conta com Marieta Severo, Ricardo Merkin, Arlindo Lopes, Claudio Jaborandy, Stephanie de Jongh, Marat Descartes, Tássia Cabanas, Nicola Siri, Marina Glezer, Milhem Cortaz e Augusto Madeira no elenco.

Para falar mais sobre o filme, fizemos dois programas especiais com entrevistas com o diretor e com os atores Arlindo Lopes e Marieta Severo. Aperte o play e confira:

PARTE 1:
Entrevista com Marieta Severo

PARTE 2:
Entrevista com Arlindo Lopes e André Ristum

Foto: Divulgação.

CINEVITOR #311: Entrevista com Marcos Veras e Giovanna Lancellotti | Tudo Acaba em Festa

por: Cinevitor

tudoacabafestacinevitorRosanne Mulholland, Marcos Veras e Giovanna Lancellotti em cena.

Na comédia Tudo Acaba em Festa, de André Pellenz, que estreia nesta quinta-feira, 15/11, Marcos Veras interpreta Vlad, um despreocupado funcionário do RH na empresa Embelex. Chegar atrasado, tirar uma soneca durante o expediente e adiar tarefas fazem parte de sua rotina.

Para melhorar o clima entre os funcionários, agradar o presidente da empresa, impressionar a namorada e crescer profissionalmente, Vlad sugere fazer a melhor festa de confraternização que a empresa já teve. Mas a tarefa não será fácil. Entre confusões que acaba se metendo pelo caminho e cheio de desafios enfrentados para realizar a comemoração de fim de ano, Vlad contará com a ajuda de sua empenhada estagiária Priscila, interpretada por Giovanna Lancellotti.

O elenco conta também com Nelson Freitas, Rosanne Mulholland, Stepan Nercessian e Victor Leal, além de participações especiais de Diogo Vilela, Malu Valle, Amaury Jr. e Maria Clara Gueiros.

Para falar mais sobre Tudo Acaba em Festa, conversamos com os atores Marcos Veras e Giovanna Lancellotti. Aperte o play e confira:

Foto: Divulgação.