O Nome Encravado em Seu Coração

por: Cinevitor

nomeencravadoposter1The Name Engraved in Your Heart

Direção: Kuang-Hui Liu

Elenco: Edward Chen, Jing-Hua Tseng, Leon Dai, Shih-Sian Wang, Fabio Grangeon, Barry Qu, Chieh-Yu Yang, Lance Chiu, Mimi Shao, Erek Lin, Lotus Wang, Ljang Huang, Chris Wu, Lenny Li, Hao-Chi Chu, Chih-Ju Lin, Ta Su, Sheng-De Hong, Akira Chen, Yuri Chen, Shao-Hua Lung, Tzu-Yen Chin, Arthur Chu, Nien-Hsien Ma, Hao-Ming Chang, Mountain Kao, Waa Wei, Jean François Blanchard.

Ano: 2020

Sinopse: Baseado em uma história real, o filme se passa em 1988, quando a lei marcial chega ao fim em Taiwan. A-han e Birdy se conhecem ao participar da banda da escola, liderada pelo padre canadense Oliver. A atração entre os dois meninos é imediata, mas eles temem pelos julgamentos da sociedade homofóbica na qual vivem. Para evitar conflitos, Birdy finge se apaixonar por uma menina; enquanto A-han decide se confessar ao padre Oliver, que o reprime. O longa mostra a luta pelo amor verdadeiro e as mudanças emblemáticas em Taiwan, o primeiro país asiático a legalizar o casamento gay.

Crítica: Durante 38 anos, Taiwan viveu o período de lei marcial, conhecido como Terror Branco, quando uma autoridade militar toma conta do poder administrativo do Estado; ou seja, o cidadão perde o seu direito de liberdade e aqueles que demonstrem uma certa oposição ao governo são punidos. O drama O Nome Encravado em Seu Coração, baseado em uma história real, se passa quando a lei chega ao fim no país. Na trama, dois meninos se conhecem na escola e logo se sentem atraídos um pelo outro. Porém, por conta do preconceito que ronda a sociedade, evitam demonstrar tal afeto (e até mesmo se entregar em um possível relacionamento). Ao desenrolar dos acontecimentos, uma enxurrada de clichês toma conta da narrativa: enquanto um deles se prepara para dar um passo a mais na relação, o outro tenta se enganar ao namorar uma menina; enquanto um espera por demonstração de carinho e, no desespero de ter alguém pra contar, desabafa para um padre (e também o confronta), o outro age de maneira ríspida. Há também aquele momento em que um deles é rejeitado depois de um momento íntimo ou, então, que sai em busca de uma outra distração para descontar o ódio. Em certos momentos, O Nome Encravado em Seu Coração mais parece uma briga entre gato e rato do que uma história de amor. Não que isso não aconteça na vida real, como ter dúvidas sobre seus desejos e sentir medo do preconceito ou até mesmo querer culpar o outro por suas atitudes consideradas inadequadas por uma sociedade machista e homofóbica. Fato é que essa fórmula de retratar relações homoafetivas no cinema já está ultrapassada. Há outras maneiras de falar sobre isso sem cair em clichês antiquados, mesmo baseando-se em uma história real. Ainda que construa uma atmosfera melodramática, o cineasta Kuang-Hui Liu consegue transformar o roteiro escrito por Yu Ning Chu em um filme interessante por evidenciar um tema que merece debate frequentemente, principalmente em um contexto que mostra um país que acaba de reconquistar sua liberdade. O Nome Encravado em Seu Coração tem momentos elogiáveis, como a cena do chuveiro no banheiro da escola, e boas atuações de seus protagonistas, além de explorar questões importantes como homofobia, bullying e religião. Fala também de encontros e desencontros, amor mal resolvido e hipocrisia; mas, derrapa ao abusar de clichês desnecessários. (Vitor Búrigo)

*Filme visto na 44ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo.

Nota do CINEVITOR:

nota-3-estrelas

Comentários